Cuidar

Raça do mês - Beagle

Raça do mês - Beagle

| Origem e Aparência | 

Originária da Grã-Bretanha, esta é uma raça inglesa muito antiga que ocupou um lugar importante ao longo da história, sendo popular pela sua competência em caçar coelhos e lebres.

Os reis Eduardo II e Henrique VII já tinham matilhas de Beagles durante os seus reinados, sendo que naquela época este este cão era conhecido como “Glove Beagle”, já que o seu tamanho reduzido permitia que coubesse dentro de uma luva. Esta raça foi também particularmente honrada ao longo do reinado da Rainha Elizabeth I, uma vez que habitavam no seu castelo uma série de cães chamados “Pocket Beagle”, cujo nome se devia ao seu tamanho “de bolso”.

Ao chegar ao continente americano em 1876, o Beagle foi reconhecido oficialmente pelo AKC (American Kennel Club) no ano de 1884, sendo classificado no grupo de rastreadores e sabujos. O seu padrão definiu-se por um tamanho de 33 a 40 centímetros e um peso que varia entre os 8 e 14Kg.

Com uma expressão doce, o Beagle é um cão com uma constituição musculosa e compacta. Tem orelhas compridas que caem para os lados e uma pelagem suave, curta e densa. Geralmente, o Beagle é tricolor (branco, preto e avelã) ou bicolor (branco e avelã). Com uma esperança média de vida de 12 a 15 anos, esta é uma raça muito popular nos dias de hoje. 

| Temperamento e Carácter | 

Considerado um dos menores sabujos (cães farejadores) do mundo, o Beagle tem um temperamento dócil, sociável e enérgico. É uma raça que se adapta particularmente bem a famílias ativas e com crianças, pois é um cão incrivelmente tolerante e está sempre pronto para brincar.

Apesar de inteligente, o Beagle não aceita ordens facilmente. Por ser um cão de caça, é por natureza muito independente o que faz com que precise de donos firmes e pacientes, já que o seu adestramento exige um certo tempo e dedicação. É por isso importante incutir disciplina nestes cães desde cachorros, já que tendem a ser teimosos e um tanto barulhentos quando não treinados, podendo latir bastante. 

Embora não seja dos cães mais fáceis de adestrar, o Beagle é muito carinhoso e anseia por agradar os seus donos, sendo um excelente companheiro. Alegre, inquieto e com tendência para engordar, é um cão que necessita de espaço e atividade física regular.

| Saúde e Cuidados Específicos |

O Beagle é um cão bastante ativo e, por isso, necessita de exercício físico diariamente para que possa libertar toda a sua energia. Estes cães têm um olfato muito apurado e, uma vez soltos e sem coleira, podem desaparecer facilmente ao seguir algum rastro. Tenha por isso cuidado quando o for passear e, antes de o soltar, certifique-se de que o faz numa área controlada e que o espaço está devidamente vedado.

Alguns dos problemas de saúde mais comuns nesta raça consistem em problemas oculares (catarata), problemas neurológicos (epilepsia, hérnia discal), problemas cardíacos (estenose da válvula pulmonar) e tumores.

Por ter um pelo liso e curto, o Beagle é muito fácil de limpar, necessitando apenas de umas boas escovagens semanais. Contudo, é preciso prestar especial atenção às orelhas que, por serem caídas e compridas, apresentam uma maior tendência para acumular sujeira, podendo causar o surgimento de doenças como a otite. Sendo um cão com um grande apetite e com uma certa tendência para engordar, é importante que tenha uma alimentação equilibrada. 

Curiosidades |

Sabia que…

- Esta raça é tão popular na França que até já ganhou um dia: a 12 de Junho celebra-se o Dia do Beagle.

- Charles M. Schulz inspirou-se nesta raça para criar o famoso Snoopy.

- Por ter um faro apurado, o Beagle passou a ser utilizado nos aeroportos dos Estados Unidos para evitar o contrabando de substâncias e alimentos ilegais.

- Esta raça tem um ladrar muito característico, ainda mais pronunciado nas linhagens de caça.

- Durante o reinado da Rainha Elisabete I, existiram Beagles que eram suficientemente pequenos para serem transportados num bolso (sendo apelidados de Pocket Beagles).

- Esta raça ocupa a 72ª posição no ranking de inteligência.