Cuidar

Luxação do cristalino

O cristalino é a estrutura do olho transparente cuja função é focar as imagens na retina. É uma estrutura que para cumprir as suas funções fisiológicas tem que manter a sua transparência. Quando surgem opacidades denomina-se catarata.

O cristalino localiza-se por trás da íris estando a parte central exposta através da abertura pupilar. O cristalino é mantido na sua posição normal por pequenas fibras chamadas zonulas ou ligamentos suspensórios. Estas zonulas ligam a zona equatorial do cristalino (em todo o seu perímetro) ao corpo ciliar. O humor aquoso preenche a câmara anterior (entre o cristalino e a córnea) e o humor vítreo (material gelatinoso) preenche o vítreo (câmara entre o cristalino e a retina).

 

O humor aquoso é produzido no corpo ciliar (por trás da pupila) e após passar através da pupila é drenado pelo ângulo de drenagem que se localiza na junção da córnea com a íris .

O humor aquoso mantém a pressão intraocular (IOP) . Um bloqueio na passagem do humor aquoso através da pupila geralmente resulta em glaucoma.

 

O que é uma luxação do cristalino?

Se as zonulas partem podemos ficar com um cristalino parcialmente solto (subluxação do cristalino) ou completamente deslocado da sua posição original (luxação do cristalino). Se o cristalino se desloca anteriormente e se localiza na câmara anterior denomina-se luxação anterior do cristalino. Pode também luxar para o vítreo denominando-se então luxação posterior do cristalino.

 

Luxação do Cristalino

  a. Posição normal do cristalino

 

b. Luxação anterior em fase de obstrução da pupila

c. Subluxação do cristalino

d. Luxação anterior completa


São várias as causas reconhecidas para uma rotura zonular:

- Luxação primária (hereditária) em determinadas raças
- Secundária a trauma
- Secundária a inflamação (uveíte)
- Secundária a glaucoma
- Congénito devido a um desenvolvimento anormal
- Idiopático (sem causa específica)

Raças com luxações do cristalino hereditárias:

- Jack Russel terrier
- Whippet
- Scottish terrier
- Welsh terrier
- Border Collie
- Fox terrier
- Shar-Pei
-  West Highland White terrier

 

Em gatos, muitas das luxações surgem em animais velhos muitas das vezes sem que se chegue a saber qual a causa.

Como a luxação do cristalino pode provocar glaucoma e como o glaucoma pode provocar luxação do cristalino é importante saber qual das patologias surgiu primeiro uma vez que a aproximação terapêutica é completamente diferente.

 

O que acontece quando o cristalino se desloca?

Uma luxação anterior é bastante grave porque pode bloquear o fluxo de humor aquoso dentro do olho, o que pode resultar no desenvolvimento de um glaucoma agudo. O cristalino ao deslocar-se anteriormente arrasta gel do vítreo para a câmara anterior podendo ficar a bloquear a pupila .

Um aumento muito rápido e prolongado (24 a 48 horas) pode provocar danos irreparáveis na retina e nas células endoteliais da córnea (edema irreversível da córnea).

Uma luxação posterior do cristalino pode também levar à formação de glaucoma uma vez que pode haver deslocamento para a câmara anterior de vítreo que pode obstruir o ângulo de drenagem.

 

Tratamento

Em primeiro lugar há que testar até que ponto há ou não possibilidade do paciente recuperar a visão. Se a luxação já tem muito tempo e/ou se já há glaucoma há mais de 72 horas e/ou existe hemorragia intra-ocular a possibilidade se salvar a visão é muito reduzida.

Se a luxação é recente, se não há glaucoma há muito tempo e se a retina e disco ópticos aparentam estar bem então a cirurgia recomendada é a Extracção Intracapsular do cristalino (há uma extracção do cristalino com a sal cápsula intacta). Isto requer uma incisão grande no olho e em muitos casos é também necessária a remoção de parte do vítreo (herniado) – vitrectomia.

Se o olho já está cego devido à luxação do cristalino a remoção do cristalino em nada vai beneficiar o paciente. Se o olho é doloroso é então aconselhada a enucleação para resolução dessa mesma dor.

É importante vigiar muito bem o outro olho especialmente em raças predispostas luxação do cristalino . Quando o outro olho apresenta subluxação ou instabilidade zonular é aconselhada a remoção do cristalino para prevenir uma luxação e todas as complicações que daí podem advir.

É importante que cães com luxação primária do cristalino não sejam usados para reprodução.

Um exame ocular mesmo para despiste de taras oculares não detecta cães predispostos a luxação do cristalino a não ser que já haja alterações zonulares.