Cuidar

O chocolate e os animais

O chocolate e os animais

Quem resiste a um pedaço de chocolate, principalmente durante épocas festivas? O problema é que os nossos animais também não conseguem resistir.

Os cães são os mais afetados devido a gostarem muito desta guloseima. No entanto os gatos também podem ser afetados por ingestão de chocolate.

O chocolate possuiu uma substância chamada teobromina que é tóxica para cães. A teobromina está presente em diferentes concentrações dependendo do tipo de chocolate.

O cão terá de comer uma grande quantidade de chocolate para ficar intoxicado?

Não necessariamente, as doses tóxicas são indicadas em cerca de 100 mg/kg sendo fatais perto das 200 mg/kg.

Os animais podem apresentar, dependendo da concentração da teobromina presente no chocolate e do volume ingerido, reacções neurológicas sérias, como convulsões, incoordenação motora, nistagmos, vómitos, arritmias, alteração do movimento dos olhos e até coma.
A morte na sequência de ingestão de doses fatais de doses fatais ocorre tipicamente aproximadamente 24 horas mais tarde.
Ao perceber qualquer mudança no comportamento do animal e se suspeita de ingestão de chocolate é necessário trazê-lo imediatamente ao hospital. Mesmo sem indicar sinais é essencial que o cão esteja mantido sob a observação próxima pelo menos 24 horas para estimular a eliminação e verificação de algum sintoma anómalo.

Atualmente, é possível encontrar em Pet Shops, chocolates apropriados para animais. Estes são produzidos com extracto proteico vegetal entre outros ingredientes não tóxicos para os nossos amigos.