Error loading MacroEngine script (file: PageHeader.cshtml)

Úlcera da Córnea

Úlcera da Córnea

Uma úlcera da córnea é uma “ferida”, uma descontinuação do epitélio ou estroma da córnea.

As úlceras não complicadas, embora dolorosas devem cicatrizar em 3-4 dias com tratamento adequado. As que não cicatrizam neste período de tempo já devem ser consideradas e tratadas como úlceras complicadas.

 

O primeiro passo é ver se a causa da úlcera se mantém. Ex.: Entropion, distriquiase, corpos estranhos, cílios ectópicos, incapacidade em pestanejar.

Se a causa se mantém naturalmente a úlcera não vai cicatrizar.

 

Existem também úlceras que não cicatrizam por causas internas como por exemplo a presença de uma queratoconjuntivite seca, falta de lágrimas, glaucoma, inflamação intraocular (uveíte).

 

Há uma terceira categoria que ocorre em determinadas raças (como exemplo Boxer) que são chamadas úlceras indolentes ou erosões epiteliais idiopáticas. Estas surgem espontaneamente e não cicatrizam sem intervenção cirúrgica.

 

O primeiro passo é um exame oftalmológico completo. Confirmar a úlcera usando como corante a fluoresceína. Observar a úlcera e restante córnea com a lâmpada de ferida (biomicroscópio), colher material para citologia, cultura bacteriana ou isolamento vírico.

Exame aprofundado das estruturas anexas (conjuntiva, 3ª pálpebra, pontos lacrimais).

Exame das estruturas intraoculares e medição da pressão intraocular (Tonometria).

 

Consequentemente o tratamento depende da causa para a não cicatrização da úlcera.

Há que tratar e eliminar a causa primária e caso existam doenças concomitantes intraoculares tratá-las também.
Existe um tipo específico de úlcera (úlcera indolente ou erosão epitelial idiopática), que embora não sejam geralmente um risco para a visão, são úlceras muito dolorosas e refractárias ao tratamento.

São úlceras que requerem uma intervenção cirúrgica (desbridamento e/ou queratotomia) além do tratamento médico.

 

Por vezes também é necessário dar uma protecção maior à córnea pelo que se aplica uma lente de contacto terapêutica.

As úlceras que não são tratadas podem aprofundar e/ou infectar, podendo mesmo levar à perfuração da córnea. São úlceras que requerem um tratamento muito intensivo ou mesmo intervenção cirúrgica.