Error loading MacroEngine script (file: PageHeader.cshtml)

Qual a importância da dor nos Hospitais Onevet Group?

Qual a importância da dor nos Hospitais Onevet Group?

A preocupação com a dor nos Hospitais Onevet Group tem vindo a crescer de forma exponencial nos últimos três anos. Neste período, verificámos que a quantidade e a variedade de analgésicos usados aumentou consideravelmente. Podemos afirmar, a titulo de exemplo, que, no inicio o uso da morfina aumentou cerca de 50% todos os meses.

Este facto deve-se a que tanto as auxiliares, como os médicos estagiários e os próprios veterinários vão tendo uma sensibilidade cada vez maior para as vantagens do uso de analgésicos como a morfina, petidina, fentanil e remifentanil. A observação do conforto dos animais faz com que todos nós, perante o sofrimento, tenhamos de intervir e é aqui que todo o corpo auxiliar tem um papel activo, uma vez que não tolera que os animais apresentem sinais de desconforto.

No entanto, o uso de analgésicos opioides (morfina, fentanil, etc.) tem de se fazer de forma conscienciosa, e para tal é necessário termos em atenção os seguintes pontos:

 - Familiarização com os diferentes tipos de droga, com dosagens, com intervalos de tratamentos e com combinações de tratamentos que serão seguros nas diferentes condições em que os pacientes se encontram (pós cirúrgicos, politraumatizados, e todo o tipo de patologias que curam com dor).

- Observação cuidada dos comportamentos associados à dor e da sua resposta à terapia analgésica.

- Rotina na classificação da dor através do estabelecimento de protocolos o mais objectivos possível.

- Ter em atenção possíveis efeitos adversos.

- Administrar doses sucessivas até atingir o efeito desejado o que faz com que nos familiarizemos com as diferentes doses para os diferentes tipos de estados dolorosos.

- Não ter receio de utilizar diferentes tipos de protocolos, isto é, de individualizar o tratamento.

- Promover a educação contínua de todas as pessoas que constantemente contactam com os pacientes.