Error loading MacroEngine script (file: PageHeader.cshtml)

Neoplasias sistema urinário em cães

Neoplasias sistema urinário em cães

Tumor da bexiga, uretra, cães


Introdução


Os tumores da bexiga são a localização mais comum das neoplasias do aparelho urinário em cães. Quando comparados com outras neoplasias são consideradas relativamente incomuns.
O tipo mais comum de neoplasia é o Carcinoma de Células de Transição. Este tumor maligno aparece em animais idosos e existe predisposição racial em raças Terrier, nomeadamente Scotish Terrier.
Infelizmente, os tumores benignos de bexiga são pouco frequentes.


Causa


A causa deste tipo de tumores não é conhecida, mas a exposição a determinados herbicidas e insecticidas parece aumentar o risco de doença. O facto de haver uma predisposição racial levanta também a possibilidade de haver factores genéticos e hereditários implicados.


Sintomas


As neoplasias do sistema urinário baixo possuem uma sintomatologia idêntica à de uma infecção urinária: sangue na urina, dificuldade em urinar, aumento do número de micções.
Alguns casos podem mesmo apresentar-se com uma obstrução urinária total, isto é, uma incapacidade de urinar.



Diagnóstico


Perante a sintomatologia apresentada é importante descartar outras causas, tais como, as infecções urinárias e os cálculos urinários. Isto pode ser feito mediante uma análise à urina e a realização de uma ecografia abdominal. Este último exame também permite localizar espessamentos e massas na parede da bexiga compatíveis com neoplasias. No caso de neoplasias da uretra poderá ser necessário a realização de endoscopia. A confirmação de diagnóstico é feita através de biopsia ou da identificação de células tumorais na análise da urina.


Tratamento


O tratamento consiste na remoção cirúrgica da neoplasia. Infelizmente muitos dos tumores possuem uma localização onde não é possível fazer cirurgia, nomeadamente o trígono ou a uretra.
O tratamento médico é usado após a cirurgia ou nos casos onde esta não é possível e consiste na administração de anti-inflamatórios e quimioterapia de forma a prolongar substancialmente o tempo e a qualidade de vida.