Higiene Oral

Tem como missão promover a saúde oral dos animais de estimação através da prevenção, educação e realização de tratamentos médicos e cirúrgicos.

A boca pode ser alvo de várias doenças nos animais domésticos com consequências diversas para a saúde do animal.

Higiene Oral

Sintomas de doença da cavidade oral em animais domésticos:

- Odores desagradáveis provenientes da boca (Halitose);

- Dor/dificuldade na mastigação;

- Dificuldade na deglutição;

- Falta de apetite;

- Úlceras na mucosa oral;

- Perda de peso;

- Perda de sangue pela boca;

- Massas/assimetrias do focinho;

- Corrimento nasal;

 

É a doença mais comum em animais domésticos afectando 85% dos cães com mais de 3 anos e 80% dos gatos com mais de 5 anos.
A periodontite (doença da gengiva e tecidos de suporte dos dentes) desenvolve-se a partir da formação de placa dentária. A placa dentária é constituída por restos de comida, bactérias e saliva que se acumulam na margem da gengiva. As bactérias multiplicam-se na placa dentária criando subprodutos que por sua vez provocam uma resposta inflamatória – periodontite.


Com o tempo ocorre a deposição de sais de cálcio na placa dando origem à formação do tártaro de consistência dura e que só pode ser removido com ajuda veterinária.

À medida que as bactérias e a periodontite progridem as estruturas que envolvem o dente começam a ser destruídas e o dente perde estabilidade e adquire mobilidade culminando com a sua queda.
Além disso algumas bactérias conseguem invadir a corrente sanguínea e atingir outros órgãos como o coração e os rins podendo provocar infecções noutros órgãos com origem na boca.

Para interromper este processo é necessário remover o tártaro através de destartarização com ultra-sons, extrair dentes com alterações irreversíveis e iniciar um programa de profilaxia com o uso de pasta dentífrica regularmente.

Os cuidados médicos dentários vão aumentar a qualidade de vida do seu animal podendo mesmo prolongá-la.