Cuidar

A importância da saúde oral

A importância da saúde oral

As doenças dentárias são problemas de saúde muito comuns nos animais de companhia, afetando cerca de 70% de cães e gatos.

Como um dono responsável é importante que ofereça ao seu animal um tratamento dentário, tanto profissionalmente em veterinários especializados em odontologia veterinária como em sua casa.

Se iniciar desde tenra idade a higienização oral do seu animal, mais facilmente ele irá habituar-se a esse procedimento, e evitará o aparecimento de problemas orais na saúde do seu animal.

O principal problema de saúde em cães e gatos é a doença periodontal.

Em que consiste a doença periodontal?

Da mesma maneira que o ser Humano, cães e gatos formam uma camada de bactérias na superfície dos dentes, a chamada placa bacteriana.

Sem os cuidados de higiene oral, ocorre um depósito de minerais sobre esta placa originando o cálculo dentário, conhecido como “tártaro”.

O processo agrava-se com a multiplicação de bactérias nocivas que causam a inflamação das gengivas (gengivite) e das raízes dos dentes, o que é chamado de doença periodontal.

Com o tempo, a doença acentua-se e resulta na destruição gradual dos tecidos e estruturas que dão sustentação aos dentes, causando retração gengival, rompimento do ligamento periodontal, destruição do osso alveolar e cemento.

Temos, então, o ganho de mobilidade desses dentes com posterior perda dos mesmos, dor durante a alimentação, ingestão diminuída de alimento, emagrecimento, debilitação, hemorragias, hipersalivação, mau cheiro na boca.

Quais os principais sinais de doença dentária?

- Mau hálito;

- Dentes com alteração na coloração;

- Gengiva avermelhada ou inchada;

- Perda de dentes espontaneamente;

- Dificuldade em morder, roer ou comer;

- Dentes fraturados ou quebrados;

- Perda de peso, causado pela dificuldade em alimentar-se;

- Secreção nasal esporadicamente ou persistente, assim como espirros e tosses frequentes;

- Salivação com odor alterado, ou com estrias de sangue;

- Dor ao abrir ou manipular a boca;

- Movimentação da língua excessiva como se estivesse a tentar retirar algo da boca;

- Inchaço abaixo dos olhos;

O que origina a doença periodontal nos animais?

A doença inicia-se com a formação de placa bacteriana, uma camada formada por resíduos alimentares e bactérias que produzem substâncias que irritam a gengiva, causando a gengivite. No decorrer deste processo, vai havendo a mineralização da placa bacteriana por minerais existentes na própria saliva, formando o cálculo dentário, o tártaro.

Quais os grupos de risco?

A doença periodontal pode ocorrer tanto nos cães quanto nos gatos, de ambos os sexos e todas as idades.

Porém, aumenta o seu maior risco com a crescente idade do animal, devido à maior acumulação de placa bacteriana e tártaro.

Em relação às raças caninas com maior risco, podemos indicar as raças pequenas, provavelmente devido à sua cavidade oral ser pequena o que provoca uma grande proximidade dos dentes (difícil remoção da placa).

Como prevenir o aparecimento de doenças dentárias?

- Escove os dentes do seu animal regularmente (com uma escova de dentes para animais ou uma escova de criança);

- Alimente o seu animal com uma ração balanceada, evite comidas caseiras, doces e farináceos;

- Proporcione ao seu animal brinquedos bocais, roedores e snacks;

- Visite o seu médico veterinário especializado em odontologia pelo menos 2 vezes por ano para um exame bocal;

- A forma mais simples de prevenir o aparecimento desta doença no seu animal, é a escovagem diária dos dentes com produtos específicos e adequados;

- Com a escovagem diária há uma remoção de alimentos depositados nos dentes, e da placa bacteriana, revertendo assim o processo de aparecimento de gengivites;

- Pode também utilizar alimentos adequados para animais, como rações, com menor quantidade de carboidratos e menor densidade (mais duros), o que irá provocar a remoção mecânica parcial da placa bacteriana.

Existem algumas rações com substâncias que neutralizam o cálcio, o principal mineral responsável pela formação do cálculo dentário (tártaro).

Brinquedos de borracha rígida e biscoitos fazem a remoção parcial da placa bacteriana e, portanto, também podem ajudar.

Mas nos casos em que já ocorreu a formação de cálculo dentário (tártaro), nada disso é suficiente.

Nestes casos a única solução é fazer o tratamento periodontal.

Tratamento

O tratamento da doença periodontal é feito através de um procedimento odontológico realizado sob anestesia, e consiste basicamente na raspagem dos cálculos dentários e polimento dos dentes, bem como uma constante manutenção da higiene oral através da escovagem.

Também faz parte do tratamento periodontal um completo exame clínico oral durante o procedimento, radiografias intra-orais, extrações dentárias, cirurgias periodontais, entre outros procedimentos que só devem ser realizados por um profissional habilitado em Odontologia Veterinária, com equipamentos adequados.

Importante:

Muitas vezes a dor e a sensibilidade na cavidade oral faz com que o seu animal pare de comer, mesmo sentindo fome.

Conclui-se que aqueles dentes “amarelados” e o “mau hálito” dos nossos animais não são tão inocentes assim.

Na verdade a doença periodontal é um “mal silencioso”, porque o animal só vai manifestar sintoma quando estiver em estado avançado.

Por isso, mantenha sempre em casa cuidados necessários com a higiene oral do seu animal (com produtos adequados a eles), visitando regularmente o veterinário para diagnosticar possíveis problemas de saúde oral, e realizar intervenções quando necessário (como a limpeza do tártaro).