Cuidar

A importância dos rastreios

A importância dos rastreios

O seu animal é sénior?

Os cães e gatos têm uma esperança de vida média muito divergente, consoante a raça, o tamanho e o estado de saúde do animal, bem como predisposição para determinadas patologias. Os gatos e cães de raça pequena têm uma esperança de vida significativamente maior do que os cães de raças grandes a gigantes.

Cuidados especiais a ter com um animal geriátrico

A prevenção e deteção precoce de determinadas patologias e intervenção médica atempada continua a ser a melhor forma de prolongar a vida e estado de saúde do seu animal.

Com a idade, os tecidos e órgãos têm tendência a degenerar e perder função. As principais patologias que ocorrem em animais geriátricos incluem neoplasias, patologias renais, hepáticas e cardíacas.

Tal como nos seres humanos, existem condições que podem contribuir para o desenvolvimento destas patologias, como por exemplo a obesidade e a atividade física.

Com a idade, podem desenvolver-se alterações na qualidade da visão, o aparecimento de deposição de tártaro e cáries dentárias, perda de qualidade do pelo e alterações comportamentais, entre outros problemas.

Check-up geriátrico

Informe-se junto ao seu médico veterinário sobre a melhor forma de fazer o despiste de determinadas condições patológicas, no seu animal sénior.

Um check-up geriátrico permite a profilaxia e diagnóstico precoce de muitas doenças e o prolongamento do tempo e qualidade de vida do seu animal.

A consulta anual, nesta fase, é de crucial importância na manutenção de saúde do seu patudo. Muitos exames de rotina podem ser efectuados no espaço de alguns minutos ou horas, de forma simples e não invasiva.

Só através de um acompanhamento médico adequado poderá ter conhecimento de qual a dieta mais indicada para o seu animal ou se este precisa de iniciar algum tipo de medicação preventiva ou terapêutica.

Principais sinais de alarme num animal geriátrico

Existem alguns sinais de alarme que podem ser indicativos da existência de problemas no estado de saúde do seu animal. Observe, cuidadosamente, o estado de atividade física, o nível de ingestão de alimentos e água e frequência e quantidade/qualidade de urina e fezes produzidas pelo seu animal. Alterações nestes parâmetros podem ser imperativos na ajuda à obtenção de um diagnóstico adequado.

Se notar alguma alteração, ainda que lhe pareça pouco importante, consulte o seu médico veterinário e refira-a durante a consulta.

Outros cuidados adicionais

Com a idade, o sistema imunitário do seu animal tem tendência a ficar mais debilitado. Nesta fase, continua a ser fundamental a vacinação e desparasitação anuais.

A dieta é outro factor de extrema importância em animais geriátricos. Não forneça alimentos que contenham excesso de proteína, sal ou hidratos de carbono. Existem, no mercado, rações adequadas a todas as fases de vida do seu animal. Certifique-se que a que lhe está a administrar é a mais apropriada.

A limpeza e higiene dentárias são muito importantes durante toda a vida mas, com a idade, existe maior tendência para a deposição de tártaro. Existem soluções que ajudam a fazer a manutenção da higiene dentária, como biscoitos ou ossos de couro prensados. Alguns animais toleram bem a escovagem diária dos dentes com utensílios e pasta dentífrica adequados.

Não negligencie o exercício físico do seu animal nesta idade. No caso excepcional de algumas patologias, o exercício físico pode ser desaconselhado mas normalmente é benéfico para a maioria dos animais. Além disso, é sempre bom para a manutenção da relação dono/animal.